Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 11, 2018

Ufologia com seriedade: Alberto Romero

Alberto Romero é um argentino radicado no Brasil desde 1963 e há 40 anos residindo na Bahia. Publicitário, artista plástico e jornalista, dedica mais de 50 anos de sua vida ao estudo e pesquisa da Ufologia. Colaborou durante vários anos com a revista argentina 4ª Dimensión. Em 1970, fundou o Grupo de Pesquisas Aeroespaciais Zênite (G-PAZ). De 1968 a 1978 escreveu uma página semanal aos domingos no Jornal da Bahia, onde publicou diversas séries de matérias sobre Ufologia. Em 1972, criou um programa de tevê sobre Ufologia na emissora TV Itapoã, de Salvador, com o nome Vamos Analisar?, onde contava com a presença de pesquisadores locais e convidados. O programa sofreu censura e foi tirado do ar por abordar assuntos que incomodavam as autoridades eclesiásticas. Em 1975, organizou a 1° Expo UFO no Teatro Castro Alves, de Salvador, trazendo como convidado de honra o general Alfredo Moacyr Uchôa. Em 1978, realizou o 1° Seminário sobre Vida no Universo, com a participação de Húlvio Brant Ale…

5 livros escritos por Stephen Hawking que você precisa conhecer

De obras que explicam suas principais teorias até uma autobiografia, conheça algumas das principais publicações do físico que marcou a ciência moderna

Considerado um dos cientistas mais brilhantes da atualidade, o físico Stephen Hawking morreu na madrugada desta quarta-feira, aos 76 anos, em sua casa em Cambridge, no Reino Unido. Ao longo de sua vida, publicou mais de 20 livros e diversos ensaios sobre suas teorias, que revolucionaram a história da cosmologia. VEJA separou cinco obras escritas por Hawking para quem deseja compreender as ideias e saber mais sobre a vida do cientista que deixou sua marca na ciência moderna.

‘Uma Breve História do Tempo’


Considerada uma das obras mais famosas de Hawking, Uma Breve História do Tempo: do Big Bang aos Buracos Negros, lançada pela primeira vez em 1988, narra de maneira simples e divertida o que se sabe sobre a origem do Universo. O autor discute desde a física de partículas até a dinâmica que controlam os grandes corpos celestes e galáxias …

A ilha grega que guarda a língua escrita mais antiga da Europa

Santorini é formada por cinco ilhas que rodeiam uma enorme caldeira vulcânica | Foto: Sylvain Sonnet/Getty Images

Stav Dimitropoulos
BBC Travel

Giannis Bellonias estava parado à beira de um mirante em Imerovigli, vilarejo localizado no alto de uma montanha na ilha grega de Santorini, à espera do pôr do sol no Mar Egeu.

Foi quando ele se virou para mim e disse:

"Olha, olha ali! Olha o vulcão".

Morador de Santorini, Bellonias apontava para o que são, de fato, duas pequenas ilhas de lava negra formadas pela atividade vulcânica - consideradas os mais recentes fragmentos de terra da bacia oriental do Mediterrâneo: Palea Kameni (Queimada Velha, em tradução livre) e Nea Kameni (Queimada Jovem).

Com suas tradicionais casas brancas e igrejas de cúpula azul construídas ao longo das encostas, Santorini é um dos destinos turísticos mais famosos da Grécia. É cenário de folhetos de viagem a postagens do Instagram. E não é à toa que se tornou uma das principais referências no imaginário p…

Neandertais eram capazes de compaixão, sugere estudo

Análise de restos mortais de indivíduo com doença degenerativa mostram que seu grupo cuidou dele com atenção até o fim

O Homem de Neandertal teve, durante muito tempo, a injusta fama de brutal e indiferente. Mas novas pesquisas revelam que estes hominíneos foram cuidadores conscientes e muito eficazes.

O estudo, feito pela Universidade de York, sugere que os cuidados com a saúde dos Neandertais eram altamente eficazes e não visavam o interesse próprio, desafiando a crença de que eles fossem brutos em comparação aos humanos modernos.

Os pesquisadores argumentam que as ações de cuidado eram comuns, e que poderiam ser descritas como uma “resposta compassiva e bem embasada a ferimentos e doenças”.

É sabido que os Neandertais às vezes prestavam ajuda aos seus feridos. Mas a nova análise da equipe de York sugere que eles se importavam genuinamente uns com os outros, independentemente do grau de severidade do ferimento ou doença, ao invés de se auxiliarem com base apenas no interesse pró…

Bebês pensam de forma lógica mesmo antes de falarem

Novo estudo mostra que linguagem não é pré-requisito para raciocínio básico

A comunicação simbólica, estruturada na forma de linguagem, é a base da nossa habilidade única de raciocínio - pelo menos, é o que acredita o senso comum. Um novo estudo publicado hoje (16) na revista Science, no entanto, sugere que a nossa capacidade de raciocinar de forma lógica pode não depender da linguagem, ou pelo menos não completamente. As descobertas mostram que bebês novos demais para falar, usam a razão e fazem deduções racionais.

Os autores — uma equipe formada a partir de várias instituições europeias — estudaram crianças com idade de 12 a 19 meses. Nessa idade, o aprendizado da linguagem e a produção da fala já começaram, mas seu domínio complexo ainda não foi atingido. As crianças deveriam contemplar repetidamente itens distintos, como um dinossauro e uma flor. Os itens, inicialmente, estavam escondidos atrás de uma parede preta. Em uma série de experimentos, uma animação mostrava um copo bloq…

New Horizons escolhe apelido para alvo do "flyby"

Ilustração do encontro da New Horizons d com 2014 MU69, um objeto da Cintura de Kuiper que orbita 1,6 mil milhões de quilômetros além de Plutão, no dia 1 janeiro de 2019. Com input do público, a equipe selecionou a alcunha "Ultima Thule", o mundo mais primitivo e mais distante já explorado por uma nave espacial.
Crédito: NASA/JHUAPL/SwRI/Steve Gribben

À medida que a New Horizons da NASA continua a explorar o desconhecido, a equipe da missão selecionou um apelido altamente apropriado para o seu próximo alvo de voo rasante nos confins do Sistema Solar.

Com input substancial do público, a equipe escolheu "Ultima Thule" para o objeto do Cinturão de Kuiper que a sonda New Horizons vai explorar no dia 1 de janeiro de 2019. Oficialmente conhecido como 2014 MU69, o objeto que orbita a mais de 1 bilhão de quilômetros para além de Plutão, será o mundo mais primitivo já observado por qualquer nave espacial - no encontro planetário mais distante da História.

Thule era uma dis…

Grande Mancha Vermelha de Júpiter cresce em altura enquanto diminui de largura

Esta imagem melhorada da Grande Mancha Vermelha de Júpiter foi criada pelo cientista-cidadão Jason Major usando dados da câmara JunoCam a bordo da nave Juno da NASA.
Crédito: NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS/Jason Major

Apesar de já ter sido colossal o suficiente para engolir três Terras, com espaço de sobra, a Grande Mancha Vermelha de Júpiter tem vindo a diminuir de tamanho há século e meio. Ninguém tem a certeza por quanto mais tempo a tempestade continuará a contrair ou se desaparecerá completamente.

No entanto, um novo estudo sugere que nem sempre tem sido assim. A tempestade parece ter aumentado em área pelo menos uma vez e está a crescer em altura à medida que fica mais pequena.

"As tempestades são dinâmicas, e é isso que vemos com a Grande Mancha Vermelha. Está constantemente a mudar de tamanho e de forma, e os seus ventos mudam também," comenta Amy Simon, especialista em atmosferas planetárias do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA em Greenbelt, no estado norte-americ…

Hubble encontra relíquia galáctica vizinha "parada no tempo"

Esta é uma imagem da galáxia NGC 1277 captada pelo Telescópio Espacial Hubble. A galáxia é única na medida em que é considerada uma relíquia em termos do aspecto das galáxias no Universo inicial. A galáxia é composta exclusivamente por estrelas envelhecidas que nasceram há 10 bilhões de anos. Mas, ao contrário das outras galáxias no Universo local, não sofreu nenhuma nova formação estelar. Os astrônomos apelidam estas galáxias de "vermelhas e mortas", porque as estrelas envelhecem e não existem gerações sucessivas de estrelas mais jovens. O sinal revelador do "desenvolvimento parado" da galáxia reside nos antigos enxames globulares que a rodeiam. Os enxames avermelhados são as evidências mais fortes de que a galáxia parou a sua formação estelar há muito tempo. Caso contrário, existiriam bastantes mais enxames globulares azuis, que estão em grande parte ausentes. A falta de enxames azuis sugere que NGC 1277 nunca cresceu através da fusão com outras galáxias circund…

O telescópio espacial caçador de planetas Kepler tem só mais alguns meses de vida

Por: George Dvorsky

O telescópio espacial responsável por detectar 2.245 exoplanetas e outros 2.342 a serem confirmados está ficando sem combustível e pode ter apenas alguns meses restantes antes que suas luzes se apaguem. A sonda Kepler vai entrar para a história como uma das maiores ferramentas astronômicas já usadas para investigar o espaço.

“Nossas estimativas atuais são de que o tanque da Kepler vão secar dentro de alguns meses — mas já fomos surpreendidos por seu desempenho antes”, escreve Charlie Sobeck, engenheiro de sistemas da missão da Kepler, em um comunicado da NASA. “Portanto, embora esperemos que as operações de voo acabem em breve, estamos preparados para continuar enquanto o combustível permitir.”

Quando Sobeck diz que fomos surpreendidos pela Kepler antes, ele está se referindo a um incidente em 2013 que quase tirou a sonda de ação. Depois de sofrer uma falha mecânica, planejadores da missão conseguiram salvar o telescópio usando a pressão da luz do Sol para manter…

O DNA do astronauta Scott Kelly não “mudou no espaço” do jeito que você imagina

Por: Ryan F. Mandelbaum

Parece pura ficção científica. O astronauta da NASA Scott Kelly vai para o espaço por quase um ano, volta e, de repente, se transforma em um mutante com DNA diferente de seu irmão gêmeo. Como escreveu a Newsweek, seu DNA “mudou no espaço”.

Exceto que não é isso o que aconteceu.

A saga começou na semana passada com uma matéria da Newsweek cobrindo um comunicado de imprensa da NASA de janeiro com o seguinte parágrafo:

Outra descoberta interessante dizia respeito ao que alguns chamam de “gene espacial”, que foi sugerido em 2017. Os pesquisadores agora sabem que 93% dos genes de Scott voltaram ao normal depois do pouso. Entretanto, os 7% restantes apontam para possíveis mudanças a longo prazo nos genes relacionados a seu sistema imunológico, à reparação de DNA, às redes de formação óssea, hipoxia e hipercapnia.

O próprio Kelly tuitou a matéria com a seguinte piada: “Acabo de descobrir sobre isso nesse artigo. Isso pode ser uma boa notícia! Não preciso mais ligar p…

Olho eletrônico combina lente plana com músculo artificial

Foto do protótipo ainda sem as conexões elétricas. O efeito iridescente é produzido pelas nanoestruturas da metalente. [Imagem: Harvard SEAS]

Olho eletrônico

Inspirando-se no olho humano, uma equipe multidisciplinar da Universidade de Harvard, nos EUA, combinou uma lente plana com um músculo artificial.

Embora seja um dispositivo básico e ainda rudimentar em comparação com o olho humano, o protótipo é uma demonstração de conceito de um olho artificial controlado eletronicamente.

"Esta pesquisa combina avanços na tecnologia dos músculos artificiais com a tecnologia de metalentes para criar uma metalente ajustável que pode mudar seu foco em tempo real, assim como o olho humano," disse o pesquisador Alan She.

"Fomos um passo além rumo ao desenvolvimento da capacidade de corrigir dinamicamente aberrações como o astigmatismo e o deslocamento da imagem, que o olho humano não consegue fazer naturalmente," acrescentou.

Metalente com músculo artificial

As metalentes são su…

5 vezes em que Stephen Hawking, ateu, se aproximou da Igreja

(Instagram (@CasinaPioIV)/Divulgação)

Muita gente se apressou em dizer que Hawking iria "para o inferno" e não parou para ver que ele era próximo da Santa Sé

Por Victor Bianchin

Com a morte de Stephen Hawking ontem, muita gente na internet se apressou a apontar que Hawking era ateu e, portanto, não ia para o céu. Muitos, inclusive, disseram que ele iria pro inferno. Talvez o momento fosse inapropriado, mas o fato é que o falecimento do físico britânico reacendeu uma rixa bem estranha entre ciência e religião.

Mas o pessoal que acha que Hawking está nas profundezas sendo espetado por demônios com tridentes está se esquecendo de duas coisas. Primeiro, o próprio Papa já andou revendo o que é o tal do inferno. Segundo, Hawking nunca foi um extremista antiteísta. Pelo contrário: em vida, ele se esforçou para mostrar que uma coisa não anulava a outra, e se esforçou para estabelecer o diálogo com os fiéis. Veja a seguir 5 ocasiões em que isso aconteceu.

1) Ele era membro da Pontif…

Cientistas amadores descobrem novo tipo de aurora boreal com luzes roxas

Por: Ryan F. Mandelbaum

Não foram cientistas que descobriram este novo aspecto da aurora boreal: o brilho fino, púrpura, que viaja do leste para o oeste no céu noturno do norte. Foram pessoas com câmeras e uma paixão por auroras.

Nesta quinta-feira (15), pesquisadores ofereceram oficialmente sua proposta de nome para essa estrutura observada pela primeira vez por cientistas cidadãos (amadores que auxiliam na análise de fenômenos ou dados): um Strong Thermal Emission Velocity Enhancement (STEVE), ou “Fortalecimento da Velocidade de Emissão Térmica Forte”, em tradução livre. Sugeriram também uma ideia por trás do STEVE. Estudar essas estruturas seria muito mais difícil sem a ajuda de cientistas cidadãos.

“É gratificante mostrar o que a ciência cidadã consegue fazer”, disse Elizabeth MacDonald, autora principal do estudo e membro do Centro de Voos Espaciais Goddard, da NASA, em entrevista ao Gizmodo. “Algumas pessoas acham que é só educação, conhecimento e alcance, mas na verdade são pe…

O mistério sobre quem realmente foi Maria Madalena

Novo lançamento no cinema, 'Maria Madalena' busca jogar luz sobre uma das mais enigmáticas figuras bíblicas | Foto: Divulgação

Edison Veiga
De Milão para a BBC Brasil

Prostituta. Santa. Esposa de Jesus. Apóstola. Feminista. Os rótulos usados para definir Maria Madalena - fruto de interpretações de textos canônicos, de evangelhos apócrifos ou simplesmente expressões de crenças populares - fazem dela uma das mais enigmáticas personagens bíblicas.

O filme Maria Madalena, que chega aos cinemas nesta quinta (15), lança olhar sobre uma das versões da trajetória desta figura fundamental à história do cristianismo. Na obra dirigida por Garth Davis, ela aparece como uma fiel seguidora de Cristo. Mais do que isso, uma mulher à frente de seu tempo, que desafia a sociedade patriarcal da época, contrariando seu pai ao decidir se tornar uma discípula.

Citada nominalmente 17 vezes na Bíblia, Maria Madalena, ao que tudo indica, era uma entre tantas pessoas que se encantaram com as pregações …