Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 18, 2018

O que se passa com o universo?

A constante de Hubble calcula a velocidade com que as galáxias se afastam (Foto: Riess et al)

Por Cássio Barbosa

Na quinta-feira (22), a NASA anunciou o resultado de uma pesquisa que vai mexer com a ideia que temos do nosso universo. É que uma equipe de astrônomos, usando o telescópio espacial Hubble, apresentou a melhor medida da taxa de expansão do universo jamais obtida. Essa taxa, chamada de constante de Hubble, começou a ser medida pelo próprio Edwin Hubble há uns cem anos e ela expressa a velocidade em que as galáxias se afastam umas das outras. Do jeito que ela é calculada a partir de medidas precisas da velocidade de galáxias, é possível obter a idade do universo.

Desde que foi proposta nesses moldes, cosmólogos observacionais procuram obter o valor da constante de Hubble justamente para saber como o universo se expande e qual sua idade. O grande problema é com a precisão das medidas das distâncias até as galáxias. Durante muito tempo, o erro nessas medidas era muito alto, le…

A ilha do litoral de São Paulo com a segunda maior concentração de cobras do planeta

Isolamento geográfico levou ao surgimento de nova espécie de jararaca que só existe em ilha do litoral paulista | Foto: Marcelo Ribeiro Duarte

Uma pequena ilha rochosa, escarpada, sem praias e de difícil acesso, localizada a 35 km do litoral de São Paulo, entre as cidades de Peruíbe e Itanhaém, tem chamado a atenção ao longo dos último cinco séculos por uma característica insólita: é habitada quase que exclusivamente por uma espécie de cobra, a jararaca-ilhoa (Bothrops insularis).

A Ilha da Queimada Grande, conhecida como Ilha das Cobras, se destaca ainda por ter a segunda maior concentração desses animais por área no mundo: cerca de 45 cobras por hectare – mais ou menos equivalente ao tamanho de um campo de futebol –, perdendo apenas para a Ilha de Shedao, na China.

Com comprimento e largura máximos de 1.500 e 500 metros, respectivamente, e altitude que não supera os 200 metros, a Ilha das Cobras, de 43 hectares, foi descoberta em 1532, pela expedição colonizadora de Martim Afonso d…

Confira as incríveis fotos tiradas por um piloto do avião espião Lockheed U-2 na borda do espaço

Este é o panorama que você obtém do cockpit de uma lendária aeronave U-2 Dragon Lady

Por David Cenciotti

Ross Franquemont é um piloto e instrutor do U-2 no 1º Esquadrão de Reconhecimento, com sede em Beale Air Force Base, Califórnia. Felizmente para o resto do mundo, ele também é um ótimo fotógrafo. Na verdade, as imagens incríveis que você pode encontrar nesta publicação foram tomadas por Ross durante missões voadas em alta altitude (cerca de 70 mil pés) no avião Dragon Lady.


Descolagem da Beale AFB (Crédito de todas as imagens: Ross Franquemont)


Califórnia, visto do cockpit de um U-2.


Vista frontal, indo para a Baía de São Francisco.


Com uma bandeira dentro do cockpit.


Para sobreviver na fina atmosfera onde a Dragon Lady opera, os pilotos usam trajes espaciais pressurizados.


De dia para noite, a linha divisória chamada terminador pode ser vista no canto superior direito.


Ross disparou também uma imagem composta do eclipse de 21 de agosto de 2017.


Tirado do cockpit traseiro de um TU…

NASA divulga local da atmosfera de Saturno onde a sonda Cassini caiu

Por: George Dvorsky

Em 15 de setembro de 2017, a sonda Cassini encerrou sua corajosa missão de 13 anos de duração executando um mergulho kamikaze na atmosfera de Saturno. Agora, uma nova imagem da NASA mostra o local exato da queda da sonda espacial.

Algo particularmente legal sobre essa imagem é que a Cassini a registrou apenas algumas horas antes de mergulhar no planeta anelado (o local de queda é indicado pelo círculo oval branco na imagem). A espaçonave estava a cerca de 634 mil km de Saturno no momento do registro, e a fotografia mostra o lado noturno do planeta. Caso a cena lhe pareça iluminada, é porque ela estava: o extensivo sistema de anéis de Saturno reflete a luz do Sol no lado noturno do planeta. Entretanto, até a sonda chegar na atmosfera dele, essa área em particular já havia rotacionado para a luz do Sol.



A Cassini capturou imagens usando filtros da cor vermelha, verde e azul, permitindo a NASA mostrar a cena em cores próximas da realidade. A fotografia é muito repres…

Antes dos portugueses, SP teve floresta tropical, Cerrado e mini-Pantanal

A BBC Brasil elaborou um mapa inédito da flora paulistana original marcada pela diversidade de biomas antes da colonização | Ilustração: Leandro Lopes de Souza

João Fellet - @joaofellet
Da BBC Brasil em Brasília

Antes da chegada dos portugueses, quem caminhasse alguns quilômetros pelo território da atual cidade de São Paulo poderia cruzar florestas tropicais com bromélias, orquídeas e árvores de até 45 metros de altura, campos cerrados com espécies de troncos grossos e galhos retorcidos, araucárias e arbustos típicos da região Sul e várzeas de rios que lembravam o Pantanal.

A extraordinária variedade da flora nativa - em parte moldada pelos indígenas que habitavam a área e hoje confinada a poucas ilhas na zona urbana - atraía para a região um conjunto igualmente diverso de animais, entre os quais onças-pintadas, tucanos-de-bico-verde, micos-leões-pretos e veados-catingueiros.

A partir de relatos históricos, de estudos do botânico Ricardo Cardim e de informações etimológicas, a BBC Br…

Arqueólogos encontram peça que pode comprovar existência do profeta bíblico Isaías

Por: Alessandro Junior

O profeta Isaías é um dos personagens mais importantes da Bíblia. Ele tem um livro próprio no Antigo Testamento e centenas de citações no Novo Testamento; foi ele quem profetizou a chegada do Messias. De acordo com os textos bíblicos, Isaías viveu no reino de Judá entre os séculos VIII e VII a.C., durante os reinados de Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias e arqueólogos encontraram uma peça que comprova sua existência.

Pesquisadores da Universidade de Jerusalém encontraram 34 pequenas peças de argila com impressões de selos, com os nomes de seus donos, em um sítio arqueológico em Ophel, área entre o Monte do Templo e a Cidade de Davi, usada na antiguidade como complexo residencial da família real. Um artigo foi publicado na Biblical Archaeology Review.

Um desses artefatos tem cerca de um centímetro e possui o nome Yesha’yah[u] (Isaías), em letras hebraicas seguido pelas letras “N”, “V” e “Y”, as três primeiras para a palavra “profeta” em hebraico (Navi, soletrada como…

Estudo diz que neandertais eram capazes de fazer arte - e pode mudar nossa percepção sobre eles

Data atribuída às pinturas nas cavernas indica que ela foi feita por neandertais muito antes de o Homo sapiens chegar à Europa

Paul Rincon
Editor de ciência da BBC News Online

Tradicionalmente vistos como brutos, os neandertais na verdade eram capazes de produzir arte.

Um estudo recém-publicado no periódico científico Science sugere que esses hominídeos fizeram pinturas em cavernas espanholas. E isso ocorreu cerca de 20 mil anos antes da chegada da nossa espécie humana à Europa.

Acredita-se que os neandertais também usassem conchas marinhas pintadas como ornamento.

Até agora, acreditava-se que a produção artística era um comportamento único à nossa espécie (a Homo sapiens) e muito distante das habilidades de nossos primos evolucionários.

Padrões geométricos
Essas pinturas de cavernas recém-descobertas incluem impressões de mãos neandertais, padrões geométricos e círculos vermelhos.

Elas ocupam três áreas arqueológicas em diferentes partes da Espanha, em La Pasiega, Maltravieso e Arda…

Muitas questões ainda não respondidas sobre o metal do estudo ufológico do Pentágono

Sede da Bigelow Aerospace em Las Vegas, onde a pesquisa do estranho material teria ocorrido

Vários personagens ligados à revelação, publicada pelo jornal The New York Times em dezembro passado, afirmam que uma mostra metálica existe e foi analisada pelo programa

Prossegue a polêmica quanto ao programa de investigação ufológica do Pentágono, o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP). Muitas polêmicas ainda restam quanto a essa revelação, como por exemplo o real alcance de um programa que, entre 2007 e 2012, recebeu meros 22 milhões de dólares. Como comparação, o orçamento norte-americano para Defesa para 2017 é de 700 bilhões de dólares (confira nos links abaixo). Conforme a cobertura do caso feita pela Revista UFO, também disponível abaixo, ainda não foram liberados documentos que poderiam explicar a verdade sobre a participação da empresa Bigelow Aerospace Advanced Space Studies (BAASS) nessa investigação. E a ligação com a empresa do bilionário Robert Bi…

Imagem de telescópio mostra Tesla (bem de longe) no espaço

TRILHA DEIXADA PELO TESLA DA SPACEX (FOTO: GIANLUCA MASI/VIRTUAL TELESCOPE PROJECT AND MICHAEL SCHWARTZ/TENAGRA OBSERVATORIES)

Astrônomos italianos conseguiram captar fotos do carro levado pela SpaceX ao espaço

O que é o que é: um flash de luz no espaço? Um Tesla. O veículo levado ao Sistema Solar pelo foguete Falcon Heavyda SpaceX, empresa de Elon Musk, aparece em uma imagem captada no dia 18 de fevereiro.

Os responsáveis foram os cientistas do Projeto Telescópio Virtual, iniciativa do Observatório Astronômico Bellatrix, na Itália, que conta com vários telescópios remotos. Acessíveis pela internet, os aparelhos ajudam na transmissão de eventos astronômicos e para o registro de imagens espaciais.

Em anúncio, os responsáveis pelo projeto explicaram que a observação foi feita por meio da unidade presente no estado americano do Arizona. Assim que encontraram o objeto, tiraram fotos dele. "Quando o observamos, o carro estava a 470 mil quilômetros de nós. Conseguimos captar uma dúzi…

'Máscara' de bronze encontrada há quase 30 anos em mergulho intriga moradores do litoral do Paraná

O artigo de bronze, que parece uma máscara de cerca de 30 centímetros, foi encontrada pelo empreiteiro Diomar Renato Cunha (Foto: Marcos Bonatto/arquivo pessoal)

Artigo foi achado na Praia dos Amores, em Caiobá, balneário de Matinhos; arqueólogos dizem que é preciso investigar mais para chegar à origem dele.

Por Alana Fonseca, G1 PR, Curitiba

Há quase 30 anos, uma peça achada em um mergulho na Praia dos Amores, em Caiobá, balneário de Matinhos, intriga moradores do litoral do Paraná. O artigo de bronze, que parece uma máscara de cerca de 30 centímetros, foi encontrada pelo empreiteiro Diomar Renato Cunha, o Seto.

Seto morreu, em 2002, sem saber qual a origem do objeto. O designer Marcos Bonatto - que era amigo e costumava mergulhar junto com ele para pescar - conta que, por muito tempo, eles tentaram descobrir de onde o artefato veio.

"O Diomar achou entre 1989 e 1990. Eu não estava junto, mas costumávamos mergulhar bastante ali no local. Ele encontrou a peça junto com umas pedr…

Buracos negros supermassivos crescem mais do que as suas galáxias

Neste gráfico pode ser visto uma imagem do levantamento Deep Field-South do Chandra. A imagem do Chandra (azul) é a mais profunda já obtida em raios-X. Foi combinada com uma imagem óptica e uma imagem infravermelha do Telescópio Espacial Hubble, com tons vermelhos, verdes e azuis. Cada fonte do Chandra é produzida por gás quente que cai na direção de um buraco negro supermassivo no centro da galáxia hospedeira, como ilustrado na impressão de artista.
Crédito: NASA/CXC/Universidade da Pensilvânia/G. Yang et al e NASA/CXC/ICE/M. Mezcua et al.; óptico - NASA/STScI; ilustração - NASA/CXC/A. Jubett


De acordo com dois novos estudos que usam dados do Observatório de raios-X Chandra e de outros telescópios, os maiores buracos negros do Universo estão a crescer mais depressa do que a taxa de formação estelar das suas galáxias.

Ao longo de muitos anos, os astrônomos recolheram dados sobre a formação de estrelas em galáxias e sobre o crescimento de buracos negros supermassivos (ou seja, aqueles …

Desequilíbrio atmosférico pode indicar vida em outros planetas

A Terra (superior esquerda) tem vários gases em sua atmosfera que revelam a presença da vida, principalmente oxigênio e ozônio. Mas a Terra antiga (inferior esquerda) tinha um sinal diferente para a vida que já emergia há bilhões de anos. [Imagem: NASA/Wikimedia Commons/Joshua Krissansen-Totton]

Sinais de vida em outros planetas

Parece haver estratégias para procurar evidências de vida em outros planetas que são tão ou mais promissoras do que procurar apenas por oxigênio.

"Essa ideia de procurar oxigênio atmosférico como uma bioassinatura existe há muito tempo. E é uma boa estratégia - é muito difícil produzir muito oxigênio sem vida," detalha Joshua Totton, da Universidade de Washington, nos EUA. "Mas nós não queremos colocar todos os nossos ovos em uma única cesta. Mesmo que a vida seja comum no cosmos, não temos ideia se será vida que produz oxigênio. A bioquímica da produção de oxigênio é muito complexa e pode ser bastante rara."

Ocorre que a Terra com a vida …