Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2017

Dica: Livro Astronomia Para Leigos

Você sabe a diferença de uma vermelha gigante e uma anã branca? De asteróides a buracos negros, esse guia de fácil compreensão te leva em uma grande viagem ao universo, te mostrando como conseguir aproveitar ao máximo sua observação estelar, visitas a planetários e outras ótimas atividades astronômicas. O livro também mostra descobertas recentes e novos sites astronômicos...

Descubra como:
• Aproveitar o céu do seu quintal
• Identificar planetas e estrelas
• Explorar nosso sistema solar, a Via Láctea e além
• Entender o Big Bang, quasares, antimatéria e mais
•Juntar-se à SETI, Pesquisa por Inteligência Extraterrestre

Aprenda a:
• Nomear estrelas e constelações
• Usar as ferramentas para observar o céu
• Desmistificar o sistema solar
• Definir buracos negros e quasares, e muito mais

Neste livro você encontrará:
• Explicações de fácil entendimento
• Informações fáceis de localizar e passo a passo
• Ícones e outros recursos de identificação e memorização
• Folha de cola para destacar co…

Contagens de esperma têm decaído dentre os homens ocidentais, cientistas confirmam

Algo estranho está acontecendo com a produção de esperma humano. Durante décadas, os cientistas alertaram que as contagens de esperma vinham caindo entre os homens ocidentais, mas ninguém realmente conseguiu provar isso. No que é agora o maior e mais abrangente estudo de seu tipo, cientistas apresentaram provas convincentes em apoio a essa constatação bastante alarmante, mostrando que a contagem de esperma caiu mais de 50% em apenas quatro décadas.

“Dada a importância da contagem de espermatozoides para a fertilidade masculina e a saúde humana, este estudo é um alerta urgente para pesquisadores e autoridades de saúde…”

O declínio da contagem de esperma é real e não mostra sinais de desaceleração, de acordo com uma nova pesquisa publicada na Human Reproduction Update. Ao realizar uma meta-análise de 185 estudos publicados entre 1973 e 2011, pesquisadores da Escola Braun de Saúde Pública e Medicina Comunitária da Universidade Hebraica Hadassah e da Faculdade de Medicina de Icahn, no Mo…

Por que ressuscitar um mamute-lanoso não é mais ficção científica

O Dr. George Church é um Dr. Frankenstein da vida real. O inventor do CRISPR e uma das mentes por trás do Projeto Genoma Humano não está mais contente apenas em ler e editar o DNA, agora ele quer criar uma vida nova. No último livro de Ben Mezrich, Wooly: The True Story of the Quest to Revive One of History’s Most Iconic Extinct Creatures (ainda sem tradução para o português), é contada a história de Church e seu laboratório de Harvard, que tentam fazer o impossível e clonar um extinto mamute-lanoso para fazê-lo voltar à existência.

Mezrich, autor dos livros que serviram de inspiração para os filmes Quebrando a Banca e A Rede Social, parece ter saído de uma graduação na faculdade diretamente para um doutorado de bioengenharia em seu último trabalho, que está cheio de explicações científicas. Ele detalha todos os aspectos dos esforços do laboratório de Church para reescrever o DNA de um elefante para que se pareça com um mamute-lanoso. No entanto, Mezrich está ainda mais interessado e…

Como o surpreendentemente complexo cérebro da libélula a torna uma caçadora mortal

Como um jogador de beisebol que corre para pegar uma bola, as libélulas também são capazes de prever a trajetória de um objeto em movimento, geralmente a sua próxima refeição. Uma nova pesquisa revela os mecanismos por trás dessa complexa tarefa cognitiva, que já foi considerada exclusiva dos mamíferos. A expectativa é de que esses conhecimentos conduzam a inovações na visão dos robôs.

Como humanos, damos por certo que podemos rastrear e prever a trajetória de um objeto que se mova através do tempo e do espaço. Podemos nos concentrar em um objeto em movimento quando há muito acontecendo em segundo plano e, mesmo assim, tirar temporariamente nossos olhos do objeto, sabendo onde estarão poucos momentos depois. Conseguimos fazer isso porque nossos cérebros estão equipados para fazer esses cálculos complexos em tempo real. Como um novo estudo publicado na eLife aponta, habilidades semelhantes também fazem parte do arsenal cognitivo da libélula.

Em 2012, Steven Wiederman, da Universidade …

Este incrível filme em realidade virtual te transforma no Telescópio Hubble

É fácil se sentir pequeno e insignificante diante da grandiosidade do universo, até porque realmente somos. Ao mesmo tempo, como Carl Sagan uma vez nos lembrou, somos feito da mesma “poeira estelar” que o cosmos. Com bastante frequência, nos esquecemos do quão aleatório, ridículo e resplandecente é fazer parte da república estelar do universo. É por isso que a arte, especificamente filmes como Fistful of Stars, de Eliza McNitt, é importante – ela nos reconecta com a pequena e de alguma forma muito especial existência humana no cosmos.

Fistful of Stars é uma experiência de realidade virtual com cinco minutos de duração que leva o espectador para um tour em meio à vasta região formadora de estrelas chamada Nebulosa de Órion. As imagens são assustadoramente lindas, acompanhadas pela trilha The Hubble Cantata – que inclui um conjunto de 30 peças, um coro de 100 pessoas e dois cantores da Metropolitan Opera –, que te dá a sensação do lendário filme 2001: Uma Odisseia no Espaço, mas sem a …

Empresa oferece implante gratuito de microchip a funcionários para controlá-los ainda mais

Parece que já estamos vivendo em uma distopia, afinal a empresa Three Two Market, situada em Wisconsin, nos Estados Unidos, planeja se tornar uma das primeiras empresas do mundo a oferecer implante de microchips para seus funcionários.

Os implantes são voluntários. Assim, os mais de 50 trabalhadores da companhia “esperando” para serem “implantados” não precisam fazê-lo. Sem pressão.

De acordo com um comunicado à imprensa enviado pela 32M (é assim que a empresa estiliza seu nome), o procedimento de US$ 300 será pago pela companhia, enquanto os implantes serão realizados pela BioHax International, uma empresa sueca comandada por Jowan Osterland. O CEO da 32M, Todd Westby, vê os dispositivos RFID que possuem o tamanho de um grão de arroz – e que são colocados na membrana entre o polegar e o dedo indicador – como de grande utilidade para “abrir portas, utilizar máquinas de cópias, logar nos computadores do escritório, desbloquear smartphones, compartilhar cartões de negócios, armazenar i…

Cientistas obtêm a melhor medição da matéria-prima das estrelas em enxames galácticos do Universo jovem

A Galáxia do Girino é uma galáxia espiral perturbada que mostra correntes de gás expelido por interações gravitacionais com outra galáxia. O gás molecular é o ingrediente necessário para formar estrelas em galáxias do Universo jovem.
Crédito: Arquivo do Hubble, ESA, NASA e Bill Snyder

A colaboração internacional SpARCS (Spitzer Adaptation of the Red-sequence Cluster Survey), sediada na Universidade da Califórnia, em Riverside, combinou observações de vários dos telescópios mais poderosos do mundo para realizar um dos maiores estudos, até agora, do gás molecular - a matéria-prima que alimenta a formação estelar em todo o Universo - em três dos mais distantes enxames galácticos já descobertos, detectados numa época em que o Universo tinha apenas 4 bilhões de anos.

Os resultados foram publicados recentemente na revista The Astrophysical Journal Letters. Allison Noble, investigadora pós-doutoral do MIT (Massachusetts Institute of Tehcnology), liderou esta nova investigação da colaboração…

Céu da Semana - 24/07 a 30/07/2017

Hoje você vai conhecer a história da Constelação da Meseta, criada pelo abade francês Nicolas Louis de La Caille, a única constelação criada por ele que não representa um instrumento científico da era do Iluminismo.



FONTE: UNIVESP TV

Projeto Garatéa-ISS levará experimento brasileiro à Estação Espacial Internacional em 2018

POR SALVADOR NOGUEIRA

Pela primeira vez em mais de uma década, o Brasil voltará a enviar um experimento à Estação Espacial Internacional para ser realizado por um astronauta. A iniciativa é da Missão Garatéa, o mesmo consórcio espacial que está planejando a primeira missão lunar brasileira, com lançamento marcado para 2021.

Batizado Garatéa-ISS, o projeto fará parte da 12a edição do Student Spaceflight Experiments Program (SSEP), ação anual do governo americano em conjunto com a Nasa (agência espacial americana) para engajar a comunidade estudantil em experimentos educacionais realizados no espaço.

“É a primeira vez que uma comunidade fora da América do Norte teve aprovação no programa e estamos muito animados com a oportunidade”, diz Lucas Fonseca, diretor da iniciativa no Brasil.

A oportunidade foi aberta por meio da Câmara de Comércio Brasil-Flórida, que ajudou na busca de um projeto de impacto que pudesse alinhar interesses brasileiros e americanos. A intersecção encontrada foi c…

A super-supernova mais distante

POR SALVADOR NOGUEIRA

Equipe encontra supernova superluminosa mais distante, com brilho de 300 bilhões de sóis.

EXPLOSÃO LONGÍNQUA
Uma supernova, por si só, já é um evento brutal – a violenta explosão de uma estrela. Agora, imagine o que os astrônomos chamam de supernova superluminosa. É uma versão tão vitaminada que pode ser vista até mesmo de muito longe. E um grupo internacional acaba de quebrar um novo recorde: encontrou a supernova superluminosa mais distante já vista.

ESPAÇO-TEMPO
A estrela foi descoberta pela equipe do projeto internacional Dark Energy Survey, que tem participação brasileira. Ela explodiu aproximadamente 10 bilhões de anos atrás, e sua luz, viajando pelo espaço à máxima velocidade permitida, chegou ao telescópio Blanco, no Chile, em dezembro de 2015. Junto com ela, vieram pistas de como era o Universo na época em que a luz saiu de lá.

MEIO-DIA CÓSMICO
Trata-se de uma época especial, uns 4 bilhões de anos após o Big Bang. Nunca antes — ou depois — na história d…

Cassini continua a tirar o fôlego dos terráqueos

POR SALVADOR NOGUEIRA

Antes de mais nada, pare o que quer que você esteja fazendo, respire fundo, e perca algum tempo olhando para esta imagem. Isto é Saturno, visto de perto pela venerável sonda Cassini, que está completando suas últimas voltas antes de um mergulho fatal na atmosfera do segundo maior planeta do Sistema Solar, em 15 de setembro.

A imagem revela os anéis de Saturno como seriam vistos de uma perspectiva interna ao planeta e ainda mostra a névoa que recobre o céu azul da alta atmosfera saturnina. Capturada no dia 16 de julho, a imagem foi obtida pela Cassini quando ela estava a 1,25 milhão de km do planeta, já se afastando após mais um sobrevoo rasante através do vão entre os anéis e o gigante gasoso.

As cores não são exatamente as que nossos olhos veriam. Para realçá-las, a imagem faz uso de três filtros, dos vários disponíveis à Cassini para suas investigações científicas. Dois são de fato cores que enxergamos, verde e vermelho. Mas, para o lugar do azul, os cientista…

Um mapa dos sons que circulam pelo espaço em volta da Terra

Este mapa mostra como as ondas sonoras preenchem o espaço em torno da Terra. [Imagem: NASA Goddard Space Flight Center/Brian Monroe]

A plenitude e o ruído do espaço

Embora seja poética, a expressão "No vazio e no silêncio do espaço" está longe de ser correta: O espaço não é vazio e nem está em silêncio.

Embora seja tecnicamente considerado um vácuo, o espaço contém partículas carregadas de alta energia, governadas por campos magnéticos e elétricos, que se comportam de forma diferente de qualquer coisa que vivenciamos na Terra.

Em regiões dominadas por campos magnéticos, como o ambiente espacial que circunda nosso planeta, as partículas são continuamente jogadas de um lado para o outro pelo movimento de várias ondas eletromagnéticas conhecidas como ondas de plasma. Essas ondas de plasma, como o rugido contínuo do oceano, criam uma cacofonia rítmica que - com as ferramentas certas - podem ser gravadas.

Cientistas da NASA estão usando as sondas gêmeas da missão Van Allen - as …

Cientistas afirmam ter detectado água em depósitos vulcânicos na Lua

A maioria das pessoas (erroneamente) presume que a Lua é estéril e chata. Claro, o nosso satélite pode ser um pouco apegado, mas ele também tem tremores, solo laranja e pode esconder recursos d’água abundantes. Uma nova pesquisa a partir de dados de satélite oferece mais evidência de que a Lua de fato tem água presa em seu manto, o que poderia ser algo enorme para empresas que esperam minerar a Lua em busca de recursos. Mas ninguém ainda falou onde é que está o queijo lunar.

Em um estudo publicado nesta segunda-feira (24), na Nature Geoscience, pesquisadores afirmam ter detectado água dentro de depósitos vulcânicos espalhados pela superfície lunar. A equipe usou medições de amostras lunares das misões Apollo, além do espectrômetro orbital a bordo do perdido (e achado) orbitador lunar Chandrayaan-1, da Índia, para investigar assinaturas de água. Espectrômetros lunares conseguem medir quanta luz é refletida da superfície de um objeto e ajudar a informar os cientistas sobre sua composiç…

A hipersensibilidade eletromagnética é uma doença real?

Por: Alison Nastasi

A National Radio Quiet Zone (NRQZ) é uma área de 33 mil quilômetros quadrados na Virgínia Ocidental, Virgínia e parte de Maryland que restringe fortemente transmissões de rádio e outras radiações eletromagnéticas no mesmo espectro. Desde 1958, a proibição minimiza a interferência com o Observatório Nacional de Astronomia de Rádio, que abriga o maior telescópio de rádio totalmente orientável do mundo.

Nos últimos anos, no entanto, a NRQZ tem sido um refúgio seguro para pacientes com hipersensibilidade eletromagnética (HE), que atualmente não é reconhecida como um diagnóstico médico, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. As pessoas que afirmam sofrer de HE relatam uma variedade de sintomas, que incluem problemas dermatológicos, como vermelhidão ou sensações de queimação, e outros sintomas, como fadiga, palpitações cardíacas e náuseas.

Os fãs da série de televisão Better Call Saul viram a estranha e desesperadora doença por meio da história de Chuck McGill, i…

Planadores Militares - Segunda Guerra Mundial

"Cada aterrissagem era uma situação de fazer ou morrer para os pilotos de planador. Era sua extraordinária responsabilidade arriscar a vida aterrissando aeronaves pesadamente carregadas com soldados e equipamentos de combate em campos desconhecidos no interior de território inimigo, muitas vezes em meio ás trevas. Eles foram os únicos aviadores da Segunda Guerra Mundial a voar sem motor, sem pára-quedas e sem uma segunda chance.” (General William C. Westmoreland)

Os planadores militares foram usados em larga escala pelos exércitos de vários países para levar tropas e equipamento pesado para a zona de combate. Esta aeronave era rebocada por aviões de transporte como o Douglas C-47, ou bombardeiros em missões secundárias, como o Short Stirling britânico. Uma vez liberados do seu reboque deviam ser guiados por seus pilotos em um vôo planado até terrenos conveniente perto do objetivo da missão e o pouso devia ser realizado com o mínimo de dano a tripulação, e a sua carga, no caso so…